O Seminario de Onomástica responde: O Allo

Começadas a ser construídas entre finais do século XV e princípios do XVI, as Torres do Allo fazem parte do edifício considerado o primeiro paço da história. Esta peça da nossa arquitetura civil serviu posteriormente de modelo a casas senhoriais ao longo da geografia galega e em torno delas cresceu a freguesia e os diferentes espaços habitados que a compõem. No entanto, o nome da freguesia está previamente documentado e nada tem a ver com elas. 

O historiador Xosé María Lema, académico correspondente e membro do Seminário de Onomástica da RAG, descobre-nos ás suas portas quais foram as diferentes hipóteses que sobre a origem do topónimo O Allo: será um fitotopónimo ou não terá nada a ver com a voz do comum "allo" galego? Descubra nesta nova edição da série O Seminário de Onomástica responde.
 

Tamén che pode interesar...

O Orzán é um dos topónimos mais singulares da cidade da Corunha, porque é o nome dado a uma enseada, a uma das…

Neste ano de 2023, o Real Club Celta de Vigo comemora o seu primeiro centenário. A secção “O Seminário de Onomástica responde…