O Toponimízate está de regresso para espalhar o valor da nossa toponímia em 8 municípios neste outono

A campanha "Toponimízate. Coñece os nomes da túa terra" está de regresso. Após o hiato obrigatório causado pela pandemia, a iniciativa de divulgação da toponímia galega, coordenada pela Real Academia Galega em colaboração com a Secretaria-Geral da Política Linguística, chegará a 9 municípios do país visando divulgar a nossa riqueza toponímica e envolver muitos colaboradores neste grande projeto coletivo de salvaguarda dos nossos topónimos através da plataforma Galicia Nomeada.

O presidente da RAG, Víctor F. Freixanes e o secretário-geral da Política Linguística, Valentín García, apresentaram a campanha na sede da RAG, com Vicente Feijoo, o especialista em toponímia do Seminário de Onomástica da RAG, que se encarregará de ministrar as palestras em diferentes localidades.

O presidente da RAG destacou o grande valor da toponímia galega e a importância do seu estudo, que a Academia desenvolve através do Seminário de Onomástica. “A toponímia é a ciência que estuda os nomes dos lugares, a memória da nossa paisagem e da nossa geografia, uma memória humanizada que se constrói ao longo do tempo, de geração em geração, e que constitui um património de enorme valor. A Galiza é um dos espaços europeus com maior riqueza cultural neste domínio, cada metro quadrado tem o seu nome, um significado histórico marcado pelos antepassados”, sublinhou. Víctor F. Freixanes referiu ainda a necessidade de envolver o público “na descoberta de um património que deve ser preservado e transmitido às novas gerações” e agradeceu o envolvimento de “tantas pessoas comuns, particulares e instituições” nesta campanha.

Por sua vez, Valentín García, secretário-geral da Política Linguística, destacou que o “Toponimízate constitui a difusão e socialização de uma riqueza linguística e cultural tão importante quanto os nomes da terra. Procura a colaboração e o prestígio de saber chamar cada local pelo seu nome. É também um exemplo de colaboração entre administrações e uma entidade tão importante como a Real Academia Galega, com a qual há alguns anos acompanhamos este projeto de referência”.

As palestras consistem em vários blocos temáticos: começaremos por falar sobre a riqueza toponímica do nosso país e o risco que temos de a perder; a seguir explicar-se-á em detalhe o funcionamento da aplicação colaborativa Galicia Nomeada,através da qual as pessoas poderão adicionar à plataforma os topónimos que conheçam; posteriormente falaremos sobre os benefícios práticos para a Administração, o mundo da investigação e para a sociedade em geral, desta informação cultural uma vez georreferenciada e normatizada; por último, será partilhada informação sobre o significado dos nomes das freguesias e aldeias de cada concelho. Nesta última secção, contará com a colaboração do especialista do Seminário de Onomástica da RAG e professor da Universidade de Vigo, Gonzalo Navaza.

Datas programadas na campanha

A quarta edição desta campanha já teve um primeiro encontro marcado no mês de junho no concelho de Marín, em Pontevedra, mas o grosso da campanha terá lugar nos próximos meses. Assim sendo, o próximo encontro terá lugar esta sexta-feira, 1 de outubro, em Triacastela, a partir das 18:00 h numa tenda municipal instalada em frente à Câmara Municipal.

As atividades também serão adaptadas às condições de saúde causadas pela pandemia e, como novidade em relação às campanhas anteriores, este ano serão realizadas três sessões via streaming para atingir o maior número de pessoas possível. Assim, a primeira será no dia 18 de outubro na Ribeira e será exibida a partir das 16h00 no IES Leliadoura, no IES n.º 1 de Ribeira, Centro Cultural Lustres Rivas e na Aula CEMIT; em Meaño, no dia 19 de novembro, será exibido a partir das 12h00 nas IES de Meaño, no CEIP As Covas e na Casa da Cultura de Dena; e, por fim, no Barco de Valdeorras, a palestra telemática será no dia 23 de novembro a partir das 16h30 e poderá ser vista no IES Lauro Olmo, IES Martaguisela, Casa da Cultura e Aula CEMIT. Ainda, as palestras deverão ser retransmitidas no canal YouTube da Real Academia Galega.

As palestras do Toponimízate serão realizadas, presencialmente, nas seguintes localidades e com a seguinte ordem cronológica: Triacastela (1 de outubro, às 18h00 na tenda municipal instalada em frente à Câmara Municipal; Outeiro de Rei (15 de outubro, às 19h00 no Auditório da Casa da Cultura); Carnota (5 de novembro, às 19h00 no Plenário da Câmara Municipal) e no Irixo (12 de novembro, às 18h30 na Sala Polivalente da Câmara Municipal).

Encerramento especial em Ortigueira

A edição deste ano da campanha irá encerrar com uma edição especial das palestras Toponimízate: será no dia 3 de dezembro no lar de idosos de Ortigueira. Esta atividade de memória relaciona o envelhecimento ativo e a qualidade de vida dos nossos idosos com a recuperação da nossa toponímia tradicional, um tema que para eles é muito próximo e importante. São eles e elas que valorizam, mantêm e preservam a memória coletiva da nossa riqueza toponímica e, portanto, representam um dos nossos maiores bens culturais.

 

Galería de imaxes
  • Cartel da campaña
  • Presentación da campaña Toponimízate 2021
Tipos